Concurso PF: Solicitadas 349 vagas para Agente Administrativo, cargo de nível médio!

Publicado em 24 de junho de 2020 às 18h44m
Por Professor Isaquel Silva

Confirmado pela corporação, um novo pedido de concurso PF (Polícia Federal) para o cargo de Agente Administrativo, função que exige apenas o nível médio de formação.

A Polícia Federal pretende realizar o novo concurso PF destinado para o cargo de Agente Administrativo. O pedido enviado ao Ministério da Economia contempla a carreira, que pode receber autorização para mais de 300 vagas.

A oferta do novo pedido foi confirmada, na última semana, pela Fenaperf e, também, pelo MJSP (Ministério da Justiça e da Segurança Pública).

PROPOSTA DE HORÁRIO DE ESTUDOS

BAIXE O GUIA DE CONTEÚDOS PRF AGENTE ADMINISTRATIVO

Das 1.508 vagas confirmadas do novo pedido, 349 vagas são destinadas para a função de Agente Administrativo. O cargo tem a exigência apenas do nível médio como requisito de escolaridade.

Dessa maneira, não é necessário nenhum curso adicional, tampouco experiência comprovada por tempo determinado. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

O cargo de Agente Administrativo tem um salário inicial no valor de R$ 4.710,76, já incluso o benefício de auxílio-alimentação de R$ 458,00 dos servidores federais.

Além da carreira de Agente Administrativo, de nível médio, a Polícia Federal também solicitou concurso para outros cargos da área de apoio, assim como para a área policial. Todos os demais são para candidatos de nível superior.

Tanto o pedido de certame para a área de apoio quanto o da área policial estão em análise no Ministério da Economia. Dessa maneira, as autorizações podem acontecer a qualquer momento.

Confira os outros cargos solicitados no concurso PF

  • Delegado de Polícia Federal: 100 vagas;
  • Agente de Polícia Federal: 540 vagas;
  • Escrivão de Polícia Federal: 300 vagas;
  • Papiloscopista: 60 vagas;
  • Administrador: 21 vagas;
  • Arquivista: 8 vagas;
  • Assistente Social: 10 vagas;
  • Bibliotecário: 1 vaga;
  • Contador: 9 vagas;
  • Economista: 3 vagas;
  • Enfermeiro: 3 vagas;
  • Engenheiro: 1 vaga;
  • Estatístico: 4 vagas;
  • Farmacêutico: 1 vaga;
  • Médico: 65 vagas;
  • Nutricionista: 1 vaga;
  • Odontólogo: 11 vagas;
  • Psicólogo: 5 vagas;
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 13 vagas;
  • Técnico em Comunicação Social: 3 vagas.

Requisito

  • Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições

  • Realização de atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

Último concurso PF Agente Administrativo

Neste ano de 2020, a Polícia Federal completa sete anos do último concurso para a área de apoio. Na ocasião, o edital também contemplou o cargo de Agente Administrativo, cujo documento foi divulgado em 2013 e a banca organizadora foi o Cebraspe.

O edital ofertou 566 vagas para carreiras de níveis médio e superior. Desse total, 534 vagas foram destinadas para Agente Administrativo, de nível médio.

Vale ressaltar, que o certame de Agente Administrativo da Polícia Federal perdeu a validade no mês de junho de 2018. Sendo assim, a corporação não pode mais convocar ou utilizar qualquer cadastro de reserva, a não ser realizar um novo concurso.

A taxa cobrada para inscrição foi no valor de R$ 60,00 para os candidatos de nível médio, com pagamento por meio de GRU. Houve a possibilidade de isenção e atendimento especial para deficientes.

Os concorrentes ao cargo de Agente Administrativo, foram avaliados por meio de uma única etapa, sendo uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório. A duração foi de 04 horas, com o exame sendo aplicado no turno da tarde, com o seguinte formato:

Conhecimentos Básicos (70 questões)

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Atualidades;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional.

Conhecimentos Específicos (50 questões)

  • Noções de Administração Pública;
  • Noções de Administração Financeira e Orçamentária;
  • Noções de Gestão de Pessoas nas Organizações;
  • Noções de Administração de Recursos Materiais;
  • Noções de Arquivologia;
  • Legislação Aplicada à Polícia Federal.

A prova ocorreu no estilo do Cebraspe: Certo ou Errado. Nesse modelo, o candidato deve marcar a letra C para a afirmação que acredita ser a correta e a letra E para a que achar ser errada. A banca organizadora tem como padrão na correção uma questão errada anular uma certa.

Ao todo, a prova objetiva teve o valor de 120 pontos, pois cada questão respondida corretamente valia um ponto. Para ter sido considerado aprovado, foi necessário:

  • Ter nota igual ou superior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos;
  • Ter nota igual ou superior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos;
  • Ter nota igual ou superior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Fale Conosco

Se você precisa de ajuda, estamos sempre prontos para lhe atender. Fale conosco através do chat que fica no canto inferior direito do nosso site. Caso prefira estamos disponíveis em outros meios listados abaixo: